ÁLVARO SIZA. DESENHAR A HOSPITALIDADE

¿Donde comprar el ejemplar ÁLVARO SIZA. DESENHAR A HOSPITALIDADE?


¿De que negociación el ejemplar ÁLVARO SIZA. DESENHAR A HOSPITALIDADE?

ALVARO SIZA.  DISEÑO DE HOSPITALIDAD .

Información sobre el ejemplar ÁLVARO SIZA. DESENHAR A HOSPITALIDADE?

“El libro ÁLVARO SIZA. DESENHAR A HOSPITALIDADE de la editorial CASADARQUITECTURA con ISBN 978-989-96790-0-9 ( EAN 9789899679009 ) fue publicado por HIGINO, NUNO el en No definida.. Este libro esta escrito en España y disponible en formato ARQUITECTURA, tiene una longitud de páginas, un peso de , unas dimensiones de 01-01-2013 y cuenta con imágenes.

¿Que otros libros ha publicado HIGINO, NUNO?

1º Libro mas vendido.
Aqui se conta a História de dois Almocreves Nuno Higino
  • O pintor Alberto Péssimo revela-se nesta pequena história como um escritor de surpreendentes dotes literários. Tomando como ponto de partida uma lenda que ele ouviu da sua avó contar nos serões da Benfeira sua terra natal Alberto Péssimo recria-a com uma destreza de linguagem e uma riqueza de vocabulário que faz lembrar Aquilino Ribeiro. O carácter ingénuo da história adquire pela virtude da linguagem uma robustez narrativa que não está ao alcance de todos. Trata-se duma história com moralidade à boa maneira das histórias populares. As gravuras que lhe servem de ilustração são verdadeiramente geniais e feitas pelo mesmo autor do texto. Nuno Higino (Felgueiras 1960) edita agora o seu sétimo livro de poesia. Depois de ter editado no Campo das Letras os dois primeiros títulos No silêncio da Terra (2000) e Onde correm as águas (2004) editou na Letras e Coisas Talvez Deus se tenha enganado (2004) O animal eólico do corpo (2007) Rios Sedentos (2015) e uma coletânea de poemas sobre a mãe ( Mãe. E leva os filhos nos olhos como se os levasse pela mão 2011 – com desenhos de Alberto Péssimo). Está representado na antologia Anos 90 e Agora (Quasi 2001). A Editora Amargord de Madrid editou em 2014 uma versão bilingue (castelhano-português) de . Para além da poesia o autor tem trabalhos publicados na área do ensaio e sobretudo na área do infantojuvenil com mais de 20 títulos.
2º Libro mas vendido.
O Casamento de Pedro e Inês de Castro Nuno Higino
  • Se há no imaginário da cultura portuguesa referente aos amores proibidos acontecimento incontornável esse é o episódio de Pedro e Inês. Nuno Higino conta-o aos mais novos centrando a sua história no casamento que segundo alguns documentos terá ocorrido em Bragança no primeiro dia do ano de 1353. O autor respeita os dados históricos tidos por verdadeiros e sobre eles constrói uma narrativa poética. O livro tem magníficas ilustrações de Alberto Péssimo. Nuno Higino (Felgueiras 1960) edita agora o seu sétimo livro de poesia. Depois de ter editado no Campo das Letras os dois primeiros títulos No silêncio da Terra (2000) e Onde correm as águas (2004) editou na Letras e Coisas Talvez Deus se tenha enganado (2004) O animal eólico do corpo (2007) Rios Sedentos (2015) e uma coletânea de poemas sobre a mãe ( Mãe. E leva os filhos nos olhos como se os levasse pela mão 2011 – com desenhos de Alberto Péssimo). Está representado na antologia Anos 90 e Agora (Quasi 2001). A Editora Amargord de Madrid editou em 2014 uma versão bilingue (castelhano-português) de . Para além da poesia o autor tem trabalhos publicados na área do ensaio e sobretudo na área do infantojuvenil com mais de 20 títulos.
3º Libro mas vendido.
Histórias de Natal Nuno Higino
  • A Letras e Coisas vai reunir em vários volumes a obra para a infância de Nuno Higino. O volume I reúne sete histórias de Natal escritas entre 1993 e 2013. Aparecem agrupadas em duas secções: Os animais do presépio (4 histórias muito curtas cujos personagens são a ovelha o burro o boi e o caracol) e Outros personagens do Presépio (3 histórias mais longas e as mais antigas que já tinham sido editadas em A mais alta estrela. São histórias com uma grande densidade poética e uma cuidada concisão linguística. Nuno Higino (Felgueiras 1960) edita agora o seu sétimo livro de poesia. Depois de ter editado no Campo das Letras os dois primeiros títulos No silêncio da Terra (2000) e Onde correm as águas (2004) editou na Letras e Coisas Talvez Deus se tenha enganado (2004) O animal eólico do corpo (2007) Rios Sedentos (2015) e uma coletânea de poemas sobre a mãe ( Mãe. E leva os filhos nos olhos como se os levasse pela mão 2011 – com desenhos de Alberto Péssimo). Está representado na antologia Anos 90 e Agora (Quasi 2001). A Editora Amargord de Madrid editou em 2014 uma versão bilingue (castelhano-português) de . Para além da poesia o autor tem trabalhos publicados na área do ensaio e sobretudo na área do infantojuvenil com mais de 20 títulos.
Descuento5º Libro mas vendido.
Rios Sedentos
  • Trata-se dum conjunto de 47 poemas divididos em 4 secções. Sobre o livro agora editado escreveu Fernando Guimarães no JL (nº 1160 18-31 de Março de 2015): "A poesia de Rios Sedentos centra-se num imaginário ao mesmo tempo contido e exuberante. Contido porque a sua escrita tende para um sempre procurado rigor expressivo um maior equilíbrio verbal; exuberante porque nela se valoriza particularmente a multiplicidade de imagens as metáforas. A reiteração a sucessão de frases breves uma grande intensidade metafórica marcam esta poesia". Julia Alonso tradutora espanhola da poesia de Nuno Higino disse em entrevista ao jornal As Artes entre as Letras: "Nuno Higino é um poeta inédito e singular. Acho que esta escrita é um tesouro que deve ser conhecido e partilhado porque nela sopra um vento cheio de ideias e sentimentos muito amargos é verdade como a própria vida mas também mágicos e encantatórios como a própria vida!" Nuno Higino (Felgueiras 1960) edita agora o seu sétimo livro de poesia. Depois de ter editado no Campo das Letras os dois primeiros títulos No silêncio da Terra (2000) e Onde correm as águas (2004) editou na Letras e Coisas Talvez Deus se tenha enganado (2004) O animal eólico do corpo (2007) Rios Sedentos (2015) e uma coletânea de poemas sobre a mãe ( Mãe. E leva os filhos nos olhos como se os levasse pela mão 2011 – com desenhos de Alberto Péssimo). Está representado na antologia Anos 90 e Agora (Quasi 2001). A Editora Amargord de Madrid editou em 2014 uma versão bilingue (castelhano-português) de . Para além da poesia o autor tem trabalhos publicados na área do ensaio e sobretudo na área do infantojuvenil com mais de 20 títulos.
Descuento6º Libro mas vendido.
Aguas De Infancia
  • Letras & Coisas
  • Aguas De Infancia
  • Tapa dura
  • Portugués
Descuento7º Libro mas vendido.
Casulas Siza
  • Regalo óptimo para los aficionados de libros
  • Diseño elegante, creativo y resistente
  • Calidad óptima para todos los requisitos del lector
  • Ayuda a relajar
Descuento8º Libro mas vendido.
O Vazio Do Mundo
  • Regalo óptimo para los aficionados de libros
  • Diseño elegante, creativo y resistente
  • Calidad óptima para todos los requisitos del lector
  • Ayuda a relajar
Descuento9º Libro mas vendido.
Assim e Assado: Textos Sobre Estética da Arte
  • Letras e Coisas
  • Assim e Assado: Textos Sobre Estética da Arte
  • Tapa blanda
  • Portugués
Descuento10º Libro mas vendido.
Livro Poesia sobre o Pai
  • Regalo óptimo para los aficionados de libros
  • Diseño elegante, creativo y resistente
  • Calidad óptima para todos los requisitos del lector
  • Ayuda a relajar

¿Cuales son los libros mas vendidos de la editorial CASADARQUITECTURA?

Deja un comentario